Borda superior compartilhada

 

 

         Menu
    DENATRAN
    LEGISLAÇÃO
    SERVIÇOS ONLINE
    EDUCAÇÃO
    ESTATÍSTICA
    OUTROS
Últimas Notícias

Publicado em 13 de fevereiro de 2012

 

Mortes em estradas caem 18% neste feriado de carnaval

Balanço da Polícia Rodoviária Federal confirma importância das campanhas de conscientização do Ministério das Cidades

O número de mortes nas estradas federais brasileiras caiu 18,1% durante este feriado de carnaval, se comparado ao mesmo período do ano passado, sem levar em consideração o aumento da frota e do movimento. Em balanço realizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quinta-feira (23) em Contagem (MG), divulgou-se a redução de 216 óbitos em 2011 para 176 em 2012.

Os dados da PRF revelam que o número de acidentes e feridos também diminuiu em relação ao ano anterior. Foram 3.346 acidentes em 2012 contra 4.312 no ano passado. Nestes, 2.001 pessoas ficaram feridas neste ano contra 2.690 em 2011. A fiscalização aumentou para 154 mil veículos fiscalizados, quase o dobro do ano passado.

Confira o balanço completo aqui.

Bebida e direção. Pule fora dessa!

Neste carnaval, o Ministério das Cidades veiculou campanha de mídia para conscientização da população para o combate ao álcool e direção. Dados revelam a redução efetiva de óbitos depois das ações integradas do Ministério das Cidades em relação aos anos anteriores, em outros feriados também. 

No ano passado, durante a campanha realizada no feriado de Corpus Christi, o número de óbitos em relação ao mesmo período de 2010 teve redução de 35%. No feriado em comemoração a Proclamação da República a redução foi de 27% e, no feriado do Natal, o número de acidentes reduziu em 20%. O feriado do fim do ano terminou com 34 mortes em acidentes nas rodovias federais brasileiras, número 44% menor que o do mesmo período do ano passado. Em 2010, no mesmo período, foram registradas 75 mortes.

O foco da campanha de carnaval, realizada pelo Ministério das Cidades em parceria com o Departamento Nacional de Trânsito - Denatran, foi orientar motoristas e motociclistas a não dirigirem depois de consumir qualquer quantidade de bebida alcoólica. Trazendo o conceito "Bebida e direção: Pule fora dessa", o objetivo foi incentivar as pessoas a procurar outro meio de voltar para casa, após as festas, sem dirigir. A campanha de trânsito foi veiculada na televisão e no rádio de 19 a 22 de fevereiro.

As campanhas visam sensibilizar a sociedade sobre a necessidade de uma mudança de comportamento em relação ao hábito que alguns motoristas tem de dirigir depois de beber.

Os celulares como ferramenta de redução de acidentes

O Ministro Aguinaldo Ribeiro anunciou o lançamento em fevereiro do aplicativo para telefones celulares "Onde tem táxi aqui?". A ferramenta apresenta ao usuário, caso ele beba, o endereço e o telefone do ponto de táxi mais próximo. Em dez dias disponível, foram efetuados 8.933 downloads na Appstore e Android Market.

Outro aplicativo lançado este ano tem o objetivo de auxiliar na segurança do trânsito. O “Mãos no Volante” é uma ferramenta disponível para smartphones que evita o atendimento indevido de ligações e informa os remetentes com mensagens automáticas. Ao baixar o aplicativo na loja virtual, o motorista não poderá atender o celular enquanto estiver dirigindo, pois o aparelho não irá tocar. As pessoas que ligarem ou enviarem mensagens de texto, perceberão que a ligação será cancelada e na sequência receberão uma mensagem informando que o destinatário está ao volante. O motorista poderá checar as ligações recebidas no final da viagem.

No ano passado, o ministério lançou ainda o aplicativo Rotas das Cidades, que ajuda os motoristas a planejarem viagens pelas estradas brasileiras. A ferramenta fornece informações de condições de vias, clima, postos de combustível e socorro.

Parada Pela Vida – Estas iniciativas fazem parte do PARADA – Pacto Nacional pela Redução de Acidentes no Trânsito e está enquadrada na meta firmada com a OMS – Organização Mundial da Saúde. Preconizada pela Assembléia Geral das Nações Unidas para a Década de Ações para a Segurança no Trânsito (2011–2020), a meta prevê uma redução em até 50% das mortes ocasionadas pela violência no trânsito nos próximos 10 anos. Clique aqui para acessar o site da campanha Parada Pela Vida.

 

 

Assessoria de Imprensa 

Ministério das Cidades
(61) 2108-1602

 

 

Setor de Autarquias Sul, Quadra 1, Bloco H, 5º andar CEP 70070-010 Brasília-DF - denatran@cidades.gov.br